fechar
Acessibilidade (0)
A A A

Escolha o idioma

pt
oe_80_anos_745x206px_oe_2_14206977345821a5726b923.jpg
d5be7ba33e7e6727c38d5f64aabf5905.jpg
f94424294702c78017e30b0c79e2043b.jpg
Região Centro
Região Sul
Madeira
Açores

A Ordem

Conselho Coordenador dos Colégios


O Conselho Coordenador dos Colégios é composto pelos seguintes membros:

  • O bastonário da Ordem;
  • Os vice -presidentes da Ordem;
  • Os presidentes de cada colégio de especialidade:


Paulo Ribeirinho Soares
Jorge Liça


Carlos Caxaria
Paulo Edgar Rodrigues
Ribeirinho Soares
(Engenharia Civil)
Jorge Manuel Pais
Marçal Liça
(Engenharia Eletrotécnico)
Aires Barbosa Pereira Ferreira
(Engenharia Mecânica)

Carlos Augusto Amaro
Caxaria
(Engenharia Geológica e de Minas)










Pedro Graça da POnte
Luis Alberto Pereira
de Araújo
(Engenharia Química
e Biológica)

Pedro Nuno Soares dos Reis Graça da Ponte
(Engenharia Naval)

Maria Teresa de Vasconcelos
 e Sá Pereira
(Engenharia Geográfica)

Miguel de Castro Simões
Ferreira Neto
(Engenharia Agronómica)













António Maria Lino da Costa de Sousa de Macedo
(Engenharia Florestal)
António José Ricardo
 Dimas
(Engenharia de Materiais)
Ricardo Jorge Silverio
Magalhães Machado
(Engenharia Informática)

António João Carvalho
de Albuquerque
(Engenharia do Ambiente)




O conselho coordenador dos colégios tem, em especial, as seguintes competências:

  • Articular a atividade dos colégios e das especializações e o apoio coordenado ao conselho diretivo nacional;
  • Propor ao conselho diretivo nacional a criação de comissões de verificação de habilitações sempre que seja necessário proceder ao reconhecimento individual de competências profissionais específicas de engenheiros oriundos de mais de uma especialidade;
  • Elaborar os atos dos engenheiros agrupados nas especialidades;
  • Elaborar a proposta de regulamento dos colégios;
  • Elaborar a proposta de regulamento das especializações;
  • Listar as normas técnicas que digam respeito às especialidades;
  • Elaborar e aprovar o seu regimento;
  • Requerer a convocação da assembleia de representantes;
  • Pronunciar -se sobre:
  • A organização dos congressos;
  • As linhas gerais dos programas de ação dos colégios;
  • A realização e organização de referendos;
  • As condições da prestação dos exames finais de estágio dos membros estagiários;
  • O regulamento de admissão e qualificação;
  • A atribuição do título de especialista nas especializações que abranjam mais do que uma especialidade;
  • A estruturação de novas especialidades e de novos colégios de especialidade;
  • A estruturação de novas especializações;
  • Os critérios de agrupamento dos membros nas especialidades;
  • As propostas de alteração do presente Estatuto;
  • As propostas de regulamento de estágios;
  • As propostas de regulamento das especialidades
  • As demais matérias previstas na lei e no presente Estatuto.

 Regulamento dos Colégios

Parceiros Institucionais