fechar
Acessibilidade (0)
A A A

Escolha o idioma

pt
oe_80_anos_745x206px_oe_2_14206977345821a5726b923.jpg
d5be7ba33e7e6727c38d5f64aabf5905.jpg
f94424294702c78017e30b0c79e2043b.jpg
Região Centro
Região Sul
Madeira
Açores

A Ordem

Conselho de Admissão e Qualificação

Nos termos do Art. 43º do Estatuto da Ordem dos Engenheiros, o Conselho de Admissão e Qualificação (CAQ) é constituído pelo Bastonário que preside, e por dois membros efectivos, de comprovado prestígio profissional e deontológico, de cada uma das Especialidades reconhecidas pela Ordem.

Membros do CAQ


Engenharia Civil
Engenharia Eletrotécnica

Celestino Flórido Quaresma


Hipólito José Campo
de Sousa
Celestino Flórido
Quaresma
António Carlos Sepúlveda
Machado e Moura
Maria Teresa Nunes Padilha
de Castro Correia de Barros




Engenharia Mecânica
Engenharia Geológica e de Minas



Álvaro Henrique
Rodrigues
Rui Pinheiro Marques
de Brito
Júlio Henrique Ramos
Ferreira e Silva
Paulo do Carmo de
Sá Caetano




Engenharia Química e Biológica
Engenharia Naval

João Fernando Pereira Gomes
Carlos António Pancada Guedes Soares

Luis Manuel Meneses
Guimarães Almeida
João Fernando Pereira
Gomes
Carlos António Pancada
Guedes Soares
Jorge Manuel Delgado
 Beirão Reis




Engenharia Geográfica
Engenharia Agronómica
José Alberto Perreira Gonçalves
João Manuel Agria Torres
Pedro Miguel Cardoso de Castro Rego
Vicente de Seixas e Sousa
José Alberto Perreira
Gonçalves
João Manuel Agria
Torres
Pedro Miguel Cardoso
de Castro Rego
Vicente de Seixas
e Sousa




Engenharia Florestal
Engenharia de Materiais
Pedro César Ochôa de Carvalho
José Manuel Correia dos Santos Ferreira de CastroRosa Maria Mendes Miranda
Rogério Anacleto Cordeiro Colaço
Pedro César Ochôa
de Carvalho
José Manuel Correia
dos Santos Ferreira de Castro
Rosa Maria Mendes
Miranda
Rogério Anacleto Cordeiro
Colaço




Engenharia Informática
Engenharia do Ambiente
Luis Alfredo Martins do Amaral
Vasco Miguel Moreira do Amaral
António José Guerreiro de Brito
Leonor Miranda Monteiro do Amaral
Luis Alfredo Martins
do Amaral
Vasco Miguel Moreira
do Amaral
António José Guerreiro
de Brito
Leonor Miranda Monteiro
 do Amaral


Principais competências

Compete ao CAQ, ouvido o Conselho Coordenador dos Colégios:
  • Pronunciar -se sobre as condições de admissão de membros efetivos, designadamente sobre a dispensa de estágio, bem como sobre as condições de admissão de membros estagiários;
  • Propor ao conselho diretivo nacional o reconhecimento das qualificações profissionais de nacional de Estado membro da União Europeia ou do Espaço Económico Europeu obtidas fora do território nacional e a sua inscrição como membro efetivo, bem como o registo de profissionais em livre prestação de serviços;Propor ao conselho diretivo nacional as condições da prestação dos exames finais de estágio dos membros estagiários;
  • Propor ao conselho diretivo nacional a atribuição do título de engenheiro especialista e dos níveis de qualificação de engenheiro sénior e de engenheiro conselheiro;
  • Propor ao conselho diretivo nacional o reconhecimento de especialidades;
  • Decidir da admissão de membros correspondentes, sob proposta do respetivo conselho diretivo regional;
  • Pronunciar -se sobre o reconhecimento de novas especialidades;
  • Pronunciar -se sobre a criação e reconhecimento de especializações e a atribuição do título de especialista;
  • Propor ao conselho diretivo nacional a especialidade em que devem ser agrupados os titulares de cursos de engenharia que permitem o acesso à Ordem, que não tenham correspondência direta com as especialidades nela estruturadas;
  • Elaborar e propor à aprovação do conselho diretivo nacional tabelas e respetivas atualizações das correspondências dos cursos de engenharia professados em escolas nacionais e as especialidades estruturadas na Ordem
  • Apresentar ao conselho diretivo nacional a proposta de regulamento de admissão e qualificação;
  • Apresentar ao conselho diretivo nacional a proposta de regulamento das especialidades;
  • Pronunciar -se sobre o regulamento das especializações;
  • Elaborar e aprovar o seu regimento.


Aceda aqui ao Regulamento de Admissão e Qualificação e aos procedimentos necessários para candidatura a membro sénior.

Parceiros Institucionais