fechar
Acessibilidade (0)
A A A

Escolha o idioma

pt
c98507ba3ff229c1d3787116fe6fcab1.jpg
ciclo_de_palestras_geotecnicas_prancheta1_15277152655a26cec1461d3.jpg

Ciclo de Palestras Geotécnicas a Pensar no Ambiente

Gestão de Resíduos na Infraestruturas de Portugal

Sede Nacional da Ordem dos Engenheiros

15 de dezembro de 2017

Adicionar ao meu Calendário

Inscreva-se já!

Local

Sede Nacional da Ordem dos Engenheiros

Patrocinadores

Ordem dos Engenheiros
Gabinete de Assuntos Profissionais
Tel.: 213 132 662|3 |4
E-mail: gap@oep.pt
A Infraestruturas de Portugal, S.A. (IP) é a empresa pública que resulta da fusão entre a Rede Ferroviária Nacional – REFER, E.P.E. e a Estradas de Portugal – EP, S.A.. A IP tem assim por objeto a conceção, projeto, construção, financiamento, conservação, exploração, requalificação, alargamento e modernização das redes rodoviárias e ferroviárias nacionais, incluindo o comando e controlo da circulação ferroviária. Sob a sua gestão direta recaem 13.664 km de rodovia e 2.562 km de via férrea, para além de 7.392 Obras de arte rodo e ferroviárias, bem como 500 estações (com tráfego ferroviário).

A IP atua em todas as fases do ciclo de vida das infraestruturas, destacando-se as fases de conceção e projeto como oportunidades privilegiadas para otimizar a prevenção da produção e perigosidade dos resíduos, sendo as opções tomadas refletidas no Plano de Prevenção e Gestão de Resíduos de Construção e Demolição (PPGRCD). Por sua vez, as fases de construção (nas suas várias tipologias), de conservação e exploração carecem da gestão dos resíduos produzidos, de acordo com os princípios previstos na lei, nomeadamente do princípio da hierarquia das operações de gestão de resíduos. Assim, constitui procedimento da IP a aplicação destes princípios na gestão de resíduos em obra, designadamente através da triagem dos resíduos na origem, da reutilização de solos e rochas e de outros materiais, bem como da incorporação de reciclados, sempre que tal é tecnicamente exequível. Esta gestão pode ser diretamente feita pela IP no caso da gestão dos edifícios e da exploração das vias, sendo indiretamente realizada no caso das empreitadas de construção, nas quais é o Adjudicatário que implementa o PPGRCD, sob a Fiscalização da IP, sendo, nesse caso, a demonstração do cumprimento do referido Plano, condição de receção da empreitada.

Nesta palestra são apresentados os princípios de prevenção, reutilização e reciclagem de Resíduos de Construção e Demolição, incluindo a fase do projeto, obra e manutenção das infraestruturas da IP.

A participação é gratuita, mas carece de inscrição obrigatória.


Organização conjunta:
Especialização em Geotecnia da Ordem dos Engenheiros e Comissão Portuguesa de Geotecnia Ambiental da Sociedade Portuguesa de Geotecnia



Parceiros Institucionais