fechar
Acessibilidade (0)
A A A

Escolha o idioma

pt
oe_80_anos_745x206px_oe_2_14206977345821a5726b923.jpg
d5be7ba33e7e6727c38d5f64aabf5905.jpg
f94424294702c78017e30b0c79e2043b.jpg
Região Centro
Região Sul
Madeira
Açores
01-03-2012, 14:48

Eng. Jaime Pereira de Miranda

Membro

Região: Norte

Respostas: 0

Avaliação Geral da Propriedade Urbana

Tomamos conhecimento da circular da Direcção de Serviços de Avaliações da AT- Autoridade Tributária e Aduaneira, acerca dos honorários a pagar aos avaliadores, que a Ordem selecionou; na essência, especialistas nesta area da engenharia, sujeitos a rigorosa selecção, têm de trabalhar a preços mais baixos que mulher a dias! Entendo que a OE, porque representante da nossa classe, adoptou uma postura de grande brandura, quiçá demissionária, porque endossa aos associados selecionados a atitude que deveria ser sua. Já que tanto se fala de ética na nossa OE, teria sido preferível não indicar ninguém, não pactuando com a "vender do sangue dos associados". Afinal de contas até temos no Governo um antigo bastonário da Ordem!

Responder

#-9 Reportar esta resposta 11-06-2012, 10:53

Eng. Nelson José Romão da Conceição

Membro Sénior

Região: Sul

Respostas: 2

Re: Avaliação Geral da Propriedade Urbana

Caros colegas, em relação ao assunto da " AVALIAÇÃO GERAL DA PROPRIEDADE URBANA", considero displicente a atitude da OE..Pois está a contribuir para o desprestigio dos Engenheiros Portugueses e da própria Ordem.. naturalmente que existem uns quantos " Srs". que ao nível do governo tem o controle institucional sobre a Ordem, mas a culpa de tudo isto é naturalmente de nós todos..Pois na condição de membros, abstrai-mo-nos um pouco dessa função quando escolhemos ou não os membros que dirigem a Ordem e também na condição de cidadãos, quando votamos, nos cromos que constituem a classe de politiqueiros de fim de semana.. Não é com palavrinhas mansas e atitudes politicamente corretas que conseguimos alterar alguma coisa..

Citar

#-8 Reportar esta resposta 21-03-2012, 11:19

Eng. RUI DUARTE MACHADO MIRANDA

Membro

Região: Norte

Respostas: 1

Re: Avaliação Geral da Propriedade Urbana

Porque é que a Ordem não contesta nos tribunais esta tabela de honorários? As razões que vejo são as seguintes: 1- O concurso foi lançado e os colegas cocorreram com outra tabela em vigor. 2- Considerando o custo/hora de uma pessoa com o ordenado mínimo que é de cerca de 5,60 Euros (com TSU e seguro) arescido dos custos de equipamento exigido pelas finanças para realizar o trabalho (computador, internet com grande velocidade e software para cad) fácilmente se conclui que o Governo pretende pagar aos Avaliadores abaixo do Ordenado Mínimo Nacional - Isto é lagal? Finalmente convidava os Colegas e a Ordem a apresentar queixa deste facto ao Provedor de Justiça. ( É fácil apresentar pela Internet ). Se houver muitas queixas o Provedor de Justiça terá de abrir um processo.

Citar

Responder

Parceiros Institucionais