fechar
Acessibilidade (0)
A A A

Escolha o idioma

pt
oe_80_anos_745x206px_oe_2_14206977345821a5726b923.jpg
d5be7ba33e7e6727c38d5f64aabf5905.jpg
f94424294702c78017e30b0c79e2043b.jpg
Região Centro
Região Sul
Madeira
Açores
25-07-2012, 13:53

Eng. Jorge Manuel Lopes Marchante

Membro

Região: Sul

Respostas: 1

Engenheiros a 700?!!! (e menos)

Para quando uma posição clara, construtiva e inequívoca da nossa ordem em relação a ofertas de emprego, onde os requisitos em termos de perfil, de disponibilidade e de experiências são exigentes, e, onde as contrapartidas são de 700? brutos? Está algo a ser feito? É que se está, não é visível e eficiente.

Responder

#-9 Reportar esta resposta 04-07-2014, 11:29

Eng. Francisco Manuel Rodrigues Craveiro

Membro Sénior

Região: Sul

Respostas: 9

Re: Engenheiros a 700?!!! (e menos)

Seria interessante saber se as empresas que oferecem até valores mais baixos que os referidos, não possuem "gestores" filiados na OE...

Citar

#-8 Reportar esta resposta 20-02-2013, 14:51

Eng. Angelina Maria Borges Sequeira

Membro

Região: Sul

Respostas: 1

Re: Engenheiros a 700?!!! (e menos)

http://www.empregosonline.pt/760/detalheJob760.aspx?idOferta=6C37ED0B-4072-4EF8-A771-1DFE8ECC4C19 Detalhe da oferta Engenheiro Civil (M/F) Empresa: Consultar Data Publicação: 20-02-2013 Número de visualizações: 5 ID: 51558 Créditos a Debitar: 14 Introdução: Empresa na zona de Lisboa, pretende recrutar Engenheiro Civil. Requisitos: Escolaridade: Licenciatura em Engenharia Civil Experiência Profissional: Não especificada Idade: Não especificada Capacidade de Liderança Capacidade de Organização Persistente Sentido de Responsabilidade Oferece-se: Contrato Oferecido: Termo certo (6 meses) Remuneração oferecida: 650 Euros Subsídio de Refeição: 5.12 Euros Local: Lisboa Entrada: 25-02-2013

Citar

#-7 Reportar esta resposta 30-07-2012, 08:22

Eng. Jorge Manuel Lopes Marchante

Membro

Região: Sul

Respostas: 1

Re: Engenheiros a 700?!!! (e menos)

Carlos Neves / Ivo Pires, obrigado pela participação, pois apontam duas visões muito pertinentes sobre este flagelo. Espero, muito sinceramente, que a nossa ordem esteja à altura da defesa dos nossos interesses, e não hesitam por qualquer questão poilitica que se possa eventualmente estar refém. É gritante, ver engenheiros que querem trabalhar, e que por não terem outra opção têm que aceitar condições miseráveis. O mercado de trabalho está completamente desvirtuado. A propósito, existirá algum estudo de quantos Engenheiros (pode até ser apenas os que estão inscritos na Ordem) possam estar em situação de desemprego? E, há quanto tempo? Bem-Hajam.

Citar

#-6 Reportar esta resposta 27-07-2012, 04:55

Eng. Carlos José Pereira das Neves

Membro

Região: Sul

Respostas: 2

Re: Engenheiros a 700?!!! (e menos)

A diferença entre a Ordem dos medicos, suas orientações, e a Ordem dos Engenheiros, é muito clara em matéria de renumerações. A Ordem deve acima de tudo zelar pela sua classe. Basta visitar sites de congeneres e seus focos para perceber que algo está errado! Falta de poder? O poder conquista-se! Ao contrário do medico, do enfermeiro, do advogado, não estão defenidas actividades onde é mandatório serem exercidas por Engenheiro com cedula profissional.

Citar

#-5 Reportar esta resposta 25-07-2012, 22:24

Eng. Ivo Alexandre Esteves Pires

Membro

Região: Sul

Respostas: 8

Re: Engenheiros a 700?!!! (e menos)

Parece-me uma questão bastante pertinente! Também gostaria de saber a resposta a essas questões. Quando penso um pouco sobre a questão da sub-valorização ocorre-me também outra questão: Não deveria ser averiguados e punidos os engenheiros que promovessem a contratação de actos de engenharia a custos minimalistas? É que julgo que muitas das vezes são engenheiros mais antigos a compactuar com estas situações..

Citar

Responder

Parceiros Institucionais