fechar
Acessibilidade (0)
A A A

Escolha o idioma

pt
c98507ba3ff229c1d3787116fe6fcab1.jpg
imagenscompiladas1_17095287825e32b5f8c944c.jpg

Visita Técnica ao Projeto URSA (EDIA)

Saída de Lisboa e saída de Serpa

Serpa, Alentejo

21 de fevereiro

Adicionar ao meu Calendário

Local

Serpa, Alentejo

Informações

Ordem dos Engenheiros - Região Sul
Área de Formação, Comunicação e Cultura
Tel.:213 132 666


O Conselho Regional de Colégio de Engenharia Agronómica da Região Sul, em associação com a Delegação Distrital de Évora, promovem, no próximo dia 21 de fevereiro, uma visita técnica à unidade piloto do projeto URSA (EDIA), localizado na Herdade da Abóboda (Vila Nova de S. Bento), bem como ao lagar e exploração agrícola produtora do azeite "Olival da Risca”, em Serpa. 

O projeto URSA (Unidades de Recirculação de Subprodutos de Alqueva) é um projecto desenvolvido pela EDIA, em parceria com o ISQ, que pretende contribuir para o aumento do reduzido teor de matéria orgânica (MO) do solo nas áreas de regadio do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva (EFMA).

O incremento da MO do solo pode ser realizado de várias formas, entre as quais se destaca a incorporação de composto, a mais compatível com a moderna agricultura de regadio, produzindo resultados mensuráveis de forma relativamente rápida e sobretudo, sustentada no tempo. O projeto URSA consiste numa rede de unidades de produção de composto, a baixo custo, no território do EFMA que, ao promover a entrega dos subprodutos pelos agricultores/produtores nestas unidades, vai criar uma bolsa de permuta destes subprodutos por composto, o qual será aplicado posteriormente nas respectivas explorações agrícolas, melhorando generalizadamente a fertilidade do solo na zona do EFMA.

Objetivos globais do projeto URSA:
- Reabilitação do solo como suporte agrícola de qualidade e como barreira filtrante;
- Aumento da rentabilidade agrícola e do desempenho ambiental do regadio;
- Menor vulnerabilidade à erosão e maior resiliência à desertificação;
- Destino ambientalmente adequado para os subprodutos produzidos na zona do EFMA;
- Melhoria da qualidade da água e da sustentabilidade do EFMA;
- Regeneração da vida do solo, potenciadora da sanidade vegetal e da redução do consumo de adubos minerais.

A caminho, os participantes poderão visitar a Herdade do Monte Novo da Fonte Corcho, em Serpa - produtora do azeite virgem extra "Olival da Risca”, premiado internacionalmente - uma exploração agropecuária que produz azeite maioritariamente para exportação, proveniente de azeitonas obtidas num olival em sebe, cultivado em regime de agricultura biodinâmica e extraído num moderno e inovador lagar próprio, com linha de engarrafamento, com certificação Demeter, que permitiu conquistar o prémio de melhor azeite do mundo em 2011. 
A exploração realiza a compostagem do seu próprio bagaço de azeitona, a par de outros subprodutos da exploração (palhas, estrumes, folhas e resíduos de poda do olival). 

Condições de participação e Cancelamento

As inscrições decorrem através do Balcão Único do SIGOE até ao dia 18 de fevereiro. Poderá cancelar a sua inscrição até ao dia 18 de fevereiro na sua área pessoal do Balcão Único/SIGOE

No processo de inscrição, poderá selecionar a saída a partir de Lisboa ou de Serpa

Taxas de inscrição:

Partida Lisboa:
Membro: 35€
Acompanhante de Membro: 35€
Membro Estudante: 20€
Não Membro: 45€

Partida Serpa:
Membro: 20€
Acompanhante de Membro: 20€
Membro Estudante: 10€
Não Membro: 30€
______________________________________________________________________________________________________________________________________________
Ao inscrever-se neste evento está a autorizar a captação, tratamento e divulgação da imagem própria durante o mesmo, exclusivamente através dos canais de comunicação institucional da Ordem dos Engenheiros, nos termos definidos na Política de Privacidade desta Associação Profissional.

Parceiros Institucionais