fechar
Acessibilidade (0)
A A A

Escolha o idioma

pt
d5be7ba33e7e6727c38d5f64aabf5905.jpg
f94424294702c78017e30b0c79e2043b.jpg
Região Centro
Região Sul
Madeira
Açores

A Ordem

Energia

Comissão Executiva
Jorge Alberto Gil Saraiva - Coordenador
Nuno Paulo Correia e Afonso Moreira - Coordenador Adjunto
João Manuel Lourenço de Jesus Ferreira
Henrique Manuel Abreu Semedo
Armando Manuel de Jesus Branco


(em atualização)
Plano de Atividades (Triénio 2013-2016)

  • A dinamização do interesse dos engenheiros por esta área de especialização;
  • A redefinição do enquadramento da seleção de candidaturas a Especialista;
  • A promoção da intervenção da Ordem no debate público sobre temas da energia;
  • A realização de ações de divulgação e debate sobre temas energéticos;
  • A dinamização da discussão sobre a integração da energia no currículo académico dos engenheiros;
  • O intercâmbio com áreas congéneres das Associações profissionais de engenheiros a nível internacional, também visando suportar as iniciativas da Ordem no reconhecimento e acreditação do Engenheiros portugueses.


Considera-seque a Especialização em Energia é uma Especialização horizontal, na medida emque os colegas Especialistas nesta área poderão ser oriundos de todas as Especialidades.

Para se ser Especialista em Energia, de entre outros requisitos, é necessárioser membro efetivo da Ordem e ter, pelo menos, dez anos de exercícioplurifacetado em áreas específicas de atividade profissional no âmbito daEspecialização: políticas e estratégias da energia, tecnologias, seus custos eeficiências, negócios e mercados da energia, otimização de recursos energéticos, economia e utilização racional da energia, ou outras atividadesabrangendo várias vertentes da exploração e utilização de recursos energéticos.


Documentos

  • O que é ser Especialista em Energia »» 

Notícias e Eventos

  • BEHAVE 2016 - 4th European Conference on Behaviour and Energy Efficiency, 8 e 9 de setembro »»»
  • Ciclo de Conferências-Debate Sobre o Preço da Energia - 3.ª Conferência-Debate: Será o Nuclear uma Opção Economicamente Plausível?, 27 de outubro de 2011 »»»

Parceiros Institucionais