fechar
Acessibilidade (0)
A A A

Escolha o idioma

pt
oe_80_anos_745x206px_oe_2_14206977345821a5726b923.jpg
d5be7ba33e7e6727c38d5f64aabf5905.jpg
f94424294702c78017e30b0c79e2043b.jpg
Região Centro
Região Sul
Madeira
Açores

A Ordem

Florestal






Notícias e Eventos


  • Fórum Nacional "A Floresta de que precisamos" - Conclusões e Recomendações da Comissão Organizadora »»»
  • Incêndios em Portugal
    O Arquipélago da Madeira, o Norte e o Centro são as regiões mais afetadas pelos fogos que, desde há vários dias, vêm consumindo o território nacional. A SIC Notícias convidou o Presidente do Colégio Nacional de Engenharia Florestal, Eng. António Sousa de Macedo, para proceder à análise da situação.



In SIC Notícias – Edição da Tarde | 11-08-2016


  • Debate sobre "O Futuro da floresta em Portugal", 21 de março de 2014 »»»
  • Programa AlumnISA Mentoring 2013/2014, 29 de janeiro de 2014 »»»




Atos Próprios de Engenharia Florestal


Áreas e Sectores de Atividade:

1. Espaços florestais
1.1 Planeamento e ordenamento do território (PROT, PDM)*
1.2 Planeamento e ordenamento florestal (PROF)*

2. Produção lenhosa (e de cortiça)
2.1 Inventários florestais**
2.2 Gestão florestal (PGF)**
2.3 Auditorias e certificação da gestão florestal sustentável*
2.4 Instalação e gestão de espaços florestais (incluindo urbanos)*
2.5 Exploração* e mecanização florestal
2.6 Melhoramento florestal
2.7 Avaliações florestais periciais e inspeções de projetos florestais*

3. Estruturas fundiárias e Infra-estruturas florestais
3.1 Levantamentos da propriedade florestal
3.2 Avaliações patrimoniais de âmbito florestal*
3.3 Infra-estruturas e obras de arte florestais (caminhos, pequenas barragens)
3.4 Obras de defesa e conservação do solo, ações de correção torrencial
3.5 Construções e estruturas de apoio às atividades florestais

4. Transporte e transformação de produtos florestais
4.1 Planeamento do abastecimento às industrias de produtos florestais
4.2 Preparação, preservação e secagem de produtos florestais
4.3 Transformação florestal primária de produtos florestais
4.4 Transformação energética de produtos lenhosos
4.5 Certificação da cadeia de responsabilidade**

5. Cinegética
5.1 Ordenamento e exploração cinegética (POEC)*
5.2 Gestão de zonas de caça

6. Pesca em Águas Interiores
6.1 Planeamento e gestão da pesca nas águas interiores*
6.2 Obras de hidráulica associadas aos recursos aquícolas

7. Outras Produções Não-Lenhosas
7.1 Gestão da produção de frutos, pastagem, mel, cogumelos, aromáticas e outras produções não-lenhosas associadas aos espaços florestais

8. Valorização Ambiental
8.1 Proteção e preservação da paisagem rural e da diversidade biológica em ecossistemas florestais
8.2 Gestão de bacias hidrográficas
8.3 Medidas de combate à desertificação
8.4 Gestão de áreas classificadas com espaços florestais dominantes
8.5 Recuperação de áreas e espaços florestais degradados
8.6 Estudos de impacte ambiental nos espaços florestais

9. Risco de Incêndio
9.1 Planos de defesa da floresta contra incêndios (Municipais e Distritais)**
9.2 Planos de emergência de proteção civil (Municipais e Distritais)
9.3 Avaliação de riscos, perdas e danos em seguros de incêndios florestais*
9.4 Gestão e uso do fogo (Especialização)**

10. Risco de Pragas e Doenças
10.1 Planeamento e controlo de agentes bióticos nocivos às florestas*
10.2 Inspeção fitossanitária (Especialização)**

11. Formação profissional e científica na área florestal*

12. Divulgação e comunicação florestal

* Sectores de atividade cujos atos exigem a participação de Engenheiro Florestal
** Sectores de atividade cujos atos exigem a responsabilidade de um Engenheiro Florestal



 

Tipologia de Atos

1. Conceção / Projeto
O planeamento do espaço florestal através dos planos regionais de ordenamento florestal (PROF), os planos de gestão florestal (PGF), os planos de ordenamento e exploração cinegética (POEC), ou os planos de DFCI são todos exemplos de atos de conceção / projeto em diferentes sectores de atividade

2. Gestão
A gestão florestal, das zonas de caça e de pesca, ou a gestão do fogo são exemplos incluídos nos atos de gestão, que integra igualmente tarefas de monitorização

3. Execução
A execução de trabalhos específicos no âmbito da instalação e gestão de espaços florestais, de recuperação de espaços florestais degradados, de inventariação de recursos ou de obras florestais incluem-se nesta rubrica

4. Controle de Qualidade/Fiscalização
Os actos de controlo de qualidade e fiscalização incluem os trabalhos referentes aos processos de auditoria de gestão, os inerentes aos processos de certificação de gestão ou da cadeia de responsabilidade e ainda outros como as inspeções fitossanitárias no âmbito florestal

5. Investigação e Desenvolvimento
A investigação associada à produção de material genético melhorado ou o desenvolvimento de processos de mecanização mais eficientes para a exploração florestal exemplificam os atos incluídos nesta rubrica

6. Formação e Divulgação
São exemplos aqui incluídos a organização de cursos de formação e a produção de matérias para suporte de ações de formação e/ou divulgação nos vários sectores de atividade

7. Estudos e Consultorias
Incluem-se neste tipo de atos estudos como os de avaliação do impacte ambiental ou consultorias como as que se efetuam para avaliações patrimoniais de âmbito florestal ou avaliações de perdas e danos após incêndio


Níveis
Os atos de gestão e execução exigem uma habilitação académica mínima de 3 anos (bacharel pré-Bolonha ou licenciado pós-Bolonha) em Engenharia Florestal, exceto os referentes à gestão do risco de incêndio e de pragas e doenças que exigem uma habilitação mínima de 5 anos.
Os atos de conceção / projeto, controlo de qualidade / fiscalização, investigação e desenvolvimento, formação e divulgação e estudos e consultorias exigem uma habilitação académica mínima correspondente a uma formação de 5 anos (licenciatura pré-Bolonha ou mestrado pós-Bolonha) em Engenharia Florestal.
Os atos referentes à gestão e uso do fogo e à inspeção fitossanitária exigem as correspondentes especializações após uma formação académica mínima de 5 anos em Engenharia Florestal.

Parceiros Institucionais